Festuris em Gramado, o turismo brasileiro que dá certo!

Mesmo esperado, o sucesso da Festuris impressionou

Pela sua 31° edição, o mais charmoso dos grandes encontros do turismo brasileiro bateu recordes e superou as expectativas. A FESTURIS, Feira Internacional de Turismo de Gramado, contou essa ano com 17 mil participantes, incluindo 11 mil visitantes profissionais, um crescimento global de 5% que mostrou que o evento deixou de ser limitado a região Sul do pais. 35% dos agentes registrados vieram dos outros estados do Brasil ou dos países do Mercosul . E nos 25 mil metros quadros do Serra Park, os organizadores celebraram a presença de 2.700 marcas expostas vindo dos quatro cantos do Brasil e de 65 destinos internacionais. Mostrando eficiência e produtividade, a FESTURIS teve também como destaque mais de 4 mil agendas de reuniões que geraram novos recordes de faturamento para os participantes.

Gramado e seus moradores são o primeiro fator de sucesso

Se o sucesso de FESTURIS se deve a vários fatores, o primeiro é sem dúvida a própria cidade de Gramado. Assim como Deauville para a  antiga Top Résa, Cannes para o ILTM, ou Marrakech para Pure Life Experience, Gramado oferece para o seu maior evento um quadro perfeito. São infraestruturas reunidas num espaço pequeno que facilitam os deslocamentos, hotéis de todos os níveis de conforto mas todos de qualidade, um palácio dos festivais  e um centro de convenções extremamente prático. Mas importante ainda para o viajante é a visível apropriação pelos moradores da vocação turística da cidade. Alem de limpeza e segurança, os Gramadenses oferecem aos visitantes um atendimento e um respeito que fazem das ruas da cidade locais aconchegantes onde multiples animações podem ser oferecidas.

O espaço Wedding foi um dos lançamentos mais bem sucedidos

Iniciada pelos organizadores há alguns anos, a segmentação das ofertas foi sem dúvidas uma visão de futuro. O turismo de niche e a procura de experiências especificas é uma grande tendência desses últimos anos, e FESTURIS soube responder com espaços personalizados respondendo as especificidades dos expositores de cada atividade ou segmento.  Ao tradicional Espaço Luxury, se somaram os espaços Termalismo e Bem-Estar, Viagem pela Cultura e Costumes, Business, Tech e Corporativo, Sustentabilidade e Acessibilidade, Entretenimento, Gastronomia, um muito concorrido salão Wedding e uma ampla area para o turismo LGBT. Esses espaços, bem como os potenciais de outras ofertas temáticas ou de outros segmentos de mercado, contribui muito ao sucesso de FESTURIS 2019.

No jantar do Guilherme Paulus, Eduardo Sanovicz, Magda Nassar, Newton Cardoso, Caroline Putnoki e Jean-Philippe Pérol

Durante as solenidades  da festa de abertura, nas emoções das entregas dos Troféus Amigos do Festuris, no concorrido e sofisticado jantar que Guilherme Paulus organiza no Saint Andrews, nas palestras ou nas mesas redondas da “Meeting Festuris”, nos encontros casuais nos corredores da feira, Marta Rossi e Eduardo Zorzanello souberam também criar um clima descontraído e profissional que atrai cada vez mais os lideres e os influenciadores do trade. Na competição entre as grandes feiras de turismo do Brasil, onde destacam-se outras fortes lideranças brasileiras como Carolina Perez, Luciana Leite e Magda Nassar, a capacidade de gerar encontros, debates, palestras e discussões informais, contribuindo assim a entender e definir as grandes tendencias do mercado, é hoje para FESTURIS um fator importante de sucesso.

Jean-Philippe Pérol

Esse artigo foi inicialmente publicado no Blog “Points de vue” do autor na revista profissional on line Mercados e Eventos

Em Gramado, um grande encontro do turismo brasileiro

Gramado na véspera do Natal, em tempo de Festuris

Gramado na véspera do Natal, em tempo de Festuris

É difícil voltar da Festuris de Gramado sem ter sido seduzido não somente pelo charme dessa estância turística onde a arquitetura, o atendimento, as infraestruturas e as animações lembram as montanhas dos Alpes europeus, mas também pela importância crescente dessa feira nos roteiros dos profissionais do turismo brasileiro.

No La Hacienda, o requinte de um pique nique a taitiana

No La Hacienda, o requinte de um piquenique a taitiana

Desde que a tão querida Feira da ABAV  parou de andar pelos Brasis para se fixar primeiro no Rio de Janeiro e depois em São Paulo, nenhum dos grandes encontros do turismo brasileiro conseguiu se firmar como a indiscutível cúpula dos profissionais do ramo, seja pela representatividade dos expositores presentes ou, mais ainda, pelo números de visitantes – agentes de viagens ou operadores. atout-france-wtm-2016-by-arnaldo-cellani-junior-2016_03_29-18_43_27-0723 A própria Feira das Américas ganhou um novo impulso esse ano, mostrando uma capacidade de se renovar com uma melhor integração dos parceiros da BRAZTOA e uma valorização das formações propostas na Vila do Saber. Seu concorrente direto, o WTM conseguiu nas suas ultimas edições, com a forca da Reed International,  trazer novos expositores e mostrar sua experiência em organização de grandes encontros. Mas nenhum dos dois ainda atraiu o volume de visitantes necessário a um indiscutível  sucesso.

O espaço luxo, uma novidade da Feira

O espaço luxo, uma novidade da Festuris

Mesmo se sentindo falta do charme e do carisma da sua fundadora Carolina Peres, a Travelweek continua sendo uma excelente opção de encontro profissional, juntando duas características muito procuradas tanto pelos expositores que pelos compradores: um evento especializado para umas clientelas e uns produtos bem definidos, e um numero garantido de encontros “face to face”. img_7762Um custo extremamente elevado – o contato útil acaba saindo por mais de 200 Usd- , e uma acertada vontade de focar exclusivamente o segmento luxo, impedem esse conceituado evento de atrair todos os lideres de opinião do trade. E se alguns destinos conseguiram nos últimos anos usar a Travelweek para se projetar – foram os casos da África do Sul, da Franca, da Espanha, do Portugal ou da Suíça -, o próprio conceito continua sendo dos hoteleiros de luxo vendendo através das agencias especializadas, deixando pouco espaço formal ou informal para os outros profissionais.

img_1094

O estante da Air France e dos parceiros Skyteam

Cada vez mais procurada, guardando seu lado exclusivo que combina tão bem com a aconchegante cidade de Gramado, a Festuris conseguiu esse ano atrair  400 expositores, inclusive 16 destinos internacionais, e 8000 compradores vindo principalmente dos três estados do sul do Brasil, mas também de São Paulo e de vários países da América do Sul, argentinos, uruguaios, chilenos ou peruanos. img_1084Com um alto índice de satisfação dos participantes, a Festuris tem vários trunfos para se firmar como uma das feiras favoritas dos profissionais do setor: uma qualidade (e quantidade) de visitantes querendo mesmo fazer negócios (fala-se de mais de R$ 250 milhões de contratos fechados), uma programação equilibrada entre as palestras, os seminários, os estantes e os agendamentos, umas experiências inovadoras como o espaço luxo, um custo extremamente razoável, e enfim as numerosas opções de networking.

O Relais Châteaux Saint Andrews, um dos pontos de encontros da Festuris

O Relais Châteaux Saint Andrews, um dos pontos de encontros da Festuris

Desde as solenidades  da festa de abertura até os almoços, coquetéis ou jantares organizados pelos expositores, desde o concorridissimo jantar no Saint Andrews até as discussões mais informais nos corredores da feira, a descontraída organização da Festuris cria o perfeito clima para atualizar seus contatos e perceber as evoluções do trade. Enquanto o futuro dos grandes salões de turismo ainda é um debate acirrado entre os profissionais brasileiros, e que crescem os workshops especializados, a  Feira de Gramado deve atrair cada vez mais as  principais lideranças do setor, podendo assim ainda crescer como  um grande encontro do turismo no Brasil.

Jean-Philippe Pérol

Esse artigo foi inicialmente publicado no Blog “Points de vue” do autor na revista profissional on line Mercados e Eventos

A Feira da ABAV, liderando os eventos do setor

A Feira da ABAV, liderando os eventos do setor

 

Mundo, França, Brasil: novidades nos “10 mais” da Trip Advisor para 2015

A CIDADE VERMELHA

Mesmo se muitas escolhas são pouco transparentes e extremamente discutíveis, a publicação pela TripAdvisor dos destinos preferidos dos seus internautas é sempre um acontecimento importante para todos os quase 500 destinos avaliados nos quatro cantos do planeta. Publicados na ultima terca-feira, dia 24 de Março, os ” Traveler’s Choice 2015″ dos destinos turísticos integram os comentários dos viajantes sobre hotéis, restaurantes ou atrações turísticas que já foram premiados em janeiro e fevereiro.

Enquanto o ranking 2014 tinha destacado Istambul, Roma e Londres, o Top 10 dos Destinos 2015 premiou Marrakech, a cidade vermelha, capital do sul do Marrocos. LA MAMOUNIA RAKA praça Djemaa el Fna, seus carregadores de agua, seus encantadores de cobras, suas barracas coloridas, os souks cobertos, as palmeiras, os palácios e as muralhas encantaram os visitantes. A qualidade dos seus hotéis, inclusivo o renovado La Mamounia ou o espetacular Sofitel, bem como situação geográfica da cidade, portão de entrada do deserto e saída para as cidades de Ouarzazate e Zaghora, contribuíram muito para esse primeiro lugar.

A PRAÇA DJAMAA EL FNA

Em segunda posição chegou Siem Reap no Cambodia, um dos destinos que mais cresceu nos ultimas anos pela riqueza dos seus templos, mais especialmente dos mais famosos como Angkor Wat, Ta Prohm ou o Templo do Bayon. Nesses lugares abandonados e invadidos há séculos pela mata, reina um ambiente peculiar que foi explorado nos cenários de vários filmes, sendo os mais famosos o “Temple of Doom” do Indiana Jones e o “Tomb Raider” com a Angelina Jolie. Siem Reap foi também bem votado pela riqueza do seu mercado tradicional onde frutas, legumes ou peixes se misturam com estátuas, falsas ou verdadeiras, ou com roupas de seda. A aldeia flutuante dos pescadores do lago TonléSap foi também muito destacada pelos internautas.

ISTAMBUL, AS CISTERNAS

Istambul ficou em terceiro lugar. A outrora Constantinopla não perdeu nada da gloria do seu passado bizantino, seja na Igreja Santa Sofia, na Torre de Galatá, nas muralhas ou nas escondidas cisternas. OS SOUKS DE ISTAMBULOs otomanos conseguiram ampliar esse acervo com a Mesquita Azul, o palácio de Topkapi ou os míticos souks, santo paraíso de todas as compras. As ruas carregadas de Historia, as ilhas do Bosforo, os inúmerosos cafés onde se saboreia o café “turco”ou os chás de hortelã são as principais atrações citadas pelos turistas.

Com Paris no nono lugar e ainda sem nenhum brasileiro (isso também nem nos 25 primeiros), o top 10 dos melhores destinos do mundo vencedores dos “Traveler’s Choice 2015” fechou com  as cidades seguintes: 1 – Marrakech (Marrocos), 2 – Siem Reap (Cambodia), 3 – Istanbul (Turquia), 4 – Hanoi (Vietnã), 5 – Praga (República Checa), 6 – Londres (Inglaterra), 7 – Roma (Italia), 8 – Buenos Aires (Argentina), 9 – Paris (França) e 10 – Cape Town (Africa do Sul)

PARIS, LA PYRAMIDE

A Trip Advisor não publicou somente o seu ranking mundial, mas também o ranking de cada país. Na França, a novidade foi a volta de Marselha cuja ausência tinha sido denunciada o ano passado.  A escolha dos internautas ainda surpreendeu pela forte presencia dos destinos de esqui, Chamonix e Morzine rivalizando com Estrasburgo, Bordeaux ou Cannes no Top 10 dos Destinos   “Travelers’ Choice” da França: 1 – Paris, 2 – Nice, 3 – Marselha, 4 – Lyon, 5 – Bayeux, 6 – Chamonix, 7 – Estrasburgo, 8 – Bordeaux, 9 – Cannes e 10 – Morzine.

IGUACU GERAL - copie

No Brasil, o Top 10 dos Travelers’ Choice premiou mais uma vez os estados do Sul (quatro destinos nos dez primeiros) e do Nordeste (três). Com Gramado derrotando São Paulo na liderança, e a pernambucana Ipojuca tirando a baiana Trancoso, o ranking dos top destinos brasileiros mostrou ser muito disputado: 1 – Gramado RS, 2 – Rio de Janeiro RJ, 3 – São Paulo SP, 4 – Florianopolis SC, 5 – Foz de Iguaçu PA, 6 – Salvador BA, 7 – Jericoacoara CE, 8 – Ipojuca PE, 9 – Curitiba PA, e 10 – Fortaleza CE. Se, mesmo com a onda mundial do turismo sustentável, o Centro-oeste e a Amazônia ficaram fora dessa lista,  um importante consolo para o Amazonas foi porem de ver que Manaus foi a única cidade brasileira a ser citada na lista mundial dos destinos “tendências 2015”.

Jean-Philippe Pérol