Uma outra visão da Amazônia com o Mirante do Gavião

Um olhar da Amazônia francesa sobre os novos empreendimentos turísticos do Rio Negro

Brasil à Francesa

Durante uma recente estadia na minha região brasileira predileta, descobri o Mirante do Gavião, um hotel surpreendente no meio da natureza, a um pouquinho mais de duas horas de Manaus. Meio lodge de selva e meio hotel design, o conceito agrada amantes de natureza, viajantes em busca de experiência e clientes sofisticados acostumados ao melhor conforto e atendimento.

A arquitetura do hotel é muito diferente de todos os hotéis que já vi na Amazônia. Inspirado dos barcos de madeira tradicionalmente construídos na região, a estrutura redonda dos quartos e do restaurante se integra naturalmente e suavemente no meio ambiente. Nenhuma arvore foi cortada do terreno. A suite familiar de dois andares, que oferece uma vista imperdível sobre o Rio Negro, foi construída em volta de uma castanheira enorme.

Mirante do Gavião. © Foto Sitah

O hotel conta com 7 suites só. O restaurante Camu Camu, cujo cardápio rivalisa…

Ver o post original 325 mais palavras

Harmonize um queijo francês com vinho francês

Brasil à Francesa

Com minha equipe, acabamos de escrever e divulgar um comunicado sobre harmonizações de queijos e vinhos que fogem da cartilha, para impressionar seus convidados nas festas do final do ano. Quero divulgar com vocês porque achei muito legal e passei muito tempo procurando essas harmonizações que no final são muito pessoais…;-)

É verdade que as comemorações do fim do ano são uma excelente ocasião para os apaixonados por vinhos e gastronomia degustarem um bom rótulo acompanhado por um delicioso queijo francês.

A recomendação para os dias mais quentes, como os nossos, são os vinhos mais leves e refrescantes. Brancos, rosés e espumantes são os mais indicados para nossa estação, pois em sua maioria oferecem maior frescor ao paladar.

Os deliciosos queijos da campanha “Abra Seu Paladar”, realizada pelo CNIEL (Centro Nacional Interprofissional da Economia Leiteira da França) e pela União Europeia, são excelentes opções para harmonizar com os vinhos que saem…

Ver o post original 202 mais palavras

Um, dois, três… restaurantes em Paris que gostei

Brasil à Francesa

Mesmo se parece déjà vu, ainda insisto para dizer que entre os destinos gastronômicos, Paris fica  incomparável. A cidade luz propõe opções para todos os paladares e bolsos.

Durante minha ultima estadia lá, tive a oportunidade de provar alguns com estilos totalmente diferentes.

O primeiro, com uma localização incrível é um must no verão. O segundo, intimista, oferece um momento de simpatia muito agradável. O terceiro, bistrô moderno, transforme qualquer almoço de negócios em um momento delicioso.

MonsieurBleuO badalado Monsieur Bleu fica na beira do Rio Seine, no Palais de Tokyo, e oferece uma vista imperdível sobre a Torre Eiffel. A cozinha proposta é moderna e leve, e oferece bastante peixes e legumes, tudo gostoso e saboroso. É melhor reservar pois o lugar, frequentado pelos glamourosos da capital, é muito corrido.

Endereço: 20 Avenue de New York, 75116 Paris.

Longe do barulho da “nightlife” parisiense, LePetitVatel3
Le Petit Vatel, localizado no bairro Saint-Germain…

Ver o post original 212 mais palavras

Cartão postal da Île de Ré

Brasil à Francesa

DSCN8441Entre vinhedos e salinas, a Île de Ré, na região Charente-Maritime, frente à La Rochelle, oferece um charme ao qual não resisti! Pequenas ruas cheias de casas enflorescidas cada uma mais linda que outra. As leis de proteção ambiental e arquitetural protegeram o patrimônio e a natureza e reforçaram  o estilo de viver característico do litoral atlântico. Em agosto passado, paramos alguns dias na casa de amigos, localizada no chiquerimo vilarejo de Ars-en-Ré onde se escondem os mais discretos artistas parisienses e os políticos, longe de Saint-Tropez e do tumultuo da Côte d’Azur. Aqui, você troca a Ferrari para a Mehari, e vai na feira de rua comprar ostras de bicicleta.DSCN8464

A ilha foi fortificada no final do século 17 pelo famoso Vauban e os oito quilômetros de muralhas e o porto fortificado de Saint Martin, foram decretadas em 2008 “patrimônio mundial da humanidade”. O farol das baleias é…

Ver o post original 254 mais palavras

Meu dia com a neta de Marlon Brando em Tetiaroa

Brasil à Francesa

“Eu me chamo Tumi, eu sou sua guia naturalista”.

DSCN9308 Tumi, Guia naturalista da Associação Te Mana O Te Moana

A bela e muito simpática Polinésia, que faz parte da associação de proteção Te Mana O Te Moana,  conhece cada pedaço de coral do átol de Tetiaroa e adora mostrar aos visitantes a fauna e a flora desse paraíso familiar. Adquirido logo depois do filme “Os amotinados do Bounty”, pelo famoso Marlon Brando em 1966 para ser seu refúgio pessoal, o átol – lindo de tirar o fôlego – acolheu há menos de um ano um deslumbrante resort de luxo idealizado seguindo o sonho do ator: impacto “carbon zero”, proteção maximum desse frágil meio ambiente e modelo ecológico para as ilhas da Polinésia.

Uma experiência ecológica fora do comum

Começamos a excursão da lagoa explorando um dos 12 motus (ilhotas em polinésio): o motu Reiono, um dos raros motus tendo uma mata primaria…

Ver o post original 427 mais palavras

Auzances, centro do mundo

Voltar na terrinha e viver as suas raízes, uma das melhores (e maiores) razões de viajar!

Brasil à Francesa

DSCN4099

Paris, Montreal, Nova Iorque, Bordeaux… já morei em muitas cidades grandes, e cheguei à conclusão que São Paulo tem tudo que se pode se encontrar ai: energia, cultura, agitação, restaurantes, trabalho, contatos, shows, amigos do mundo inteiro…. Mas tem coisas que também não se encontram e que as vezes me dão saudades da França porque eu só as encontra lá. Lugares onde o tempo parece ter um outro ritmo, onde a minha historia e a historia da minha família parece gravada na pedra das casas e nos parralepipedos das ruas, onde cada cara encontrada na rua é de uma pessoa conhecida hà varias gerações, onde o sino da igreja faz parte do nosso ritmo de vida, onde uma simples compra na padaria vira um evento social e onde a casa da família é o ponto de encontro de numerosos primos . O que não tem aqui, são sensações únicas e características de lugares…

Ver o post original 302 mais palavras

Alma polinésia em Le Taha’a Island Resort and Spa

Brasil à Francesa

1378651_668313409860169_2043575606_nÚnico Relais & Châteaux da Polinésia francesa, Le Taha’a se destaca por seu estilo local e pela privacidade que os hóspedes usufruam no motu (ilhota) Tau Tau a 35 mn da ilha Raiataea, onde pausa o avião da Air Tahiti. Acolhida com uma coroa cheirosa e colorida de flores Tiaré, já me senti uma princesa nesse resort aconchegante.

21060447A sensação de ficar longe de tudo é incrível. Pois é… não tem ninguém no motu que fica em frente à ilha principal, onde é produzido 80% da Vanilla Tahitensis (uma das mais procuradas no mundo).

A arquitetura é uma das mais charmosas que vi na região. Aqui, você está na Polinésia!

Sofisticação até na decoração floral do quarto.

Com 57 suites e vilas, entre elas as famosas cabanas sobre palafitas, a estrutura do hotel é bem privativa.

A gastronomia francesa, assinatura da associação Relais & Châteaux, é interpretada com influências locais que incluem peixes e a tão aromática baunilha…

Ver o post original 54 mais palavras

Já reservou seu jantar Goût de France?

Brasil à Francesa

Chef Laurent Suaudeau Foto:c.putnoki Chef Laurent Suaudeau

Na semana que vem, quinta-feira 19 de março acontecerá a soirée Goût de France / Good France. Com objetivo de promover a gastronomia francesa no mundo, o governo francês lançou uma iniciativa envolvendo mais de 1500 restaurantes em 5 continentes propondo menus gastronômicos típicos da França. No Brasil, tem mais de 60 restaurantes participando. Restaurantes franceses conhecidos de São Paulo, tais como L’Amitié, Eau, Chef Rouge, Le Jazz, Le Bilboquet, Le Vin, La Casserole, estão participando, mas também restaurantes mais contemporâneos como Roccia em João Pessoa ou  Ponte Nova em Recife. Confira a lista no site oficial aqui.

Recebi o cardápio do Chef Laurent Suaudeau. Elaborou um menu 6 serviços incluindo clássicos da cozinha francesa mas  com influencias brasileiras assim como ele costuma fazer.

Veja abaixo:

Aperitivos
Gougère
Bonbon de foie gras

Melon et Figue, Gel

Ver o post original 113 mais palavras

A pérola de Tahiti: como escolher?

Brasil à Francesa

img22 Foto: Hinerava

Nascida em mares do Pacífico Sul da Polinésia Francesa, a pérola Tahitiana possui todas as cores e formas que se pode sonhar. A variedade do molusco que produz pérolas do Taiti é chamada de Pinctada Margaritifera, geralmente chamada de “margarita”. Indígena para a Polinésia Francesa, pérolas do Taiti foram apenas criadas a partir de invasões de parasitas raros no shell da ostra, que então produziu aragonite (mãe-de-pérola) como um mecanismo de defesa. Anos mais tarde, as sucessivas camadas de aragonite envolveria a intrusão, formando uma pérola maravilhosa.

Black PearlsA incandescente beleza e raridade da pérola Tahitiana levou o homem para realizar intervenções cuidadosas na criação de pérolas. Na década de 1960, a arte de enxertia do Japão foi apresentado a Polinésia Francesa. Um núcleo feito a partir da casca de um bivalve Mississippi foi inserido na Pinctada Margaritifera, juntamente com um pequeno pedaço de tecido do enxerto do manto de um jovem…

Ver o post original 393 mais palavras

Luxo em Bordeaux

Brasil à Francesa

Destino que sempre recomendo, Bordeaux, na França, oferece cada vez mais opções luxuosas. Em 2014, bastantes novidades apareceram, tendo em comum a personalização extrema e a procura de uma experiência mista, fruto de uma combinação entre arte, gastronomia e estética. Seguem três opções diferentes, cada uma envolvendo uma interpretação pessoal do luxo pelos próprios donos, que desejam compartilhar com o cliente suas escolhas.

1. “Buco-chic” na Sources de Caudalie

DSCN8717 La grappe de la terre promise – Yvan Theimer

Um dos lugares mais bonitos da França para descansar e sobre o qual já escrevi, Les Sources de Caudalie, perto de Bordeaux, inaugurou 12 novas suítes construídas no estilo de cabanas “sur pilotis” – sobre palafitas – em referência aos vilarejos de pescadores de ostras do Cap Ferret, no litoral atlântico.

DSCN8718

As suítes seguem no estilo “buco-chic”, tão curtido pela dona Alice Tourbier e verdadeira assinatura da propriedade que abriu em 1999. As novas suítes…

Ver o post original 361 mais palavras