Encontros bem sucedidos mostram cultura e espiritualidade como novas tendências do turismo na Normandia

Perto da nova catedral, o centro antigo de Rouen

Perto da nova catedral, o centro antigo de Rouen

Recebendo o salão Rendez vous en France, o maior encontro do turismo francês – com 740 expositores e 892 agentes de viagens e operadores vindo do mundo inteiro, inclusive 40 brasileiros-, a cidade de Rouen e a região da Normandia mostraram que estão se consolidando como um grande destino do turismo francês. Foi, em primeiro lugar, um sucesso para Rouen que mostrou  que tinha muito que mostrar alem da força da memória de Joana d’Arc e do excepcional patrimônio histórico dos arredores da sua catedral. Convenceu  que era capacitada para organizar grandes eventos,  utilizando o Rio Sena para opções criativas de hospedagem e de passeios, envolvendo os moradores bem como os profissionais da cultura, da alimentação e do lazer.

A Ferme Saint Simeon, onde um Relais Châteaux guarde o ambiente criado pelos impressionistas

A Normandia atrai os visitantes pelo impressionismo, o atrativo turístico mor da região . É foi mesmo o famoso quadro “Impressão, sol nascendo”, pintado pelo Monet em Le Havre em 1872, que batizou esse movimento artístico. Monet escolheu a pequena cidade de Giverny onde trabalhou 43 anos no ateliê hoje aberto ao publico. Junto com ele, Corot foi trabalhar em Barbizon, Millet morou em Cherbourg e depois em Le Havre, Pissaro ficou em Eragny sur Epte, e o parisiense Renoir passava o verão no litoral normando. Todos esses artistas se encontravam  nos arredores de Dieppe ou de Honfleur, especialmente na Ferme Saint Simeon, hoje um Relais Châteaux que se orgulha de oferecer a seus visitantes o mesmo ambiente e o mesmo carinho que a Mère Toutain, então dona do local, oferecia aos primeiros “impressionistas”.

O Arcanjo dourado vigiando o Monte Saint Michel e os peregrinos

Mas os vários tours oferecidos aos participantes mostraram que a Normandia é mesmo um destino turístico internacional surpreendendo pela sua diversidade, com dois destaques: o turismo de memória nas praias do D-Day e no memorial de Caen, e o turismo  religioso. Para os viajantes em busca de espiritualidade, a Normandia oferece três lugares imperdíveis. O Monte Saint Michel passou por uma renovação completa, incluindo até o rejuvenescimento do Arcanjo dourado guardião do local. O monte recuperou sua vocação de ilha com a nova passarela, oferecendo uma paisagem excepcional e uns momentos de grandes emoções. Destino de peregrinações desde a sua fundação em 708, ele  é hoje um dos dez monumentos mais visitados da França, e o mais visitado fora de Paris.

A procissão levando a châsse – a historia de amor da Santa com o Brasil

Os brasileiros têm um carinho especial pela Santa Teresa e a cidade de Lisieux, sendo a quinta nacionalidade a visitar o  santuário. Se Teresa nunca teve ligação direta com o Brasil, mas a devoção de um dos seus conterrâneos, o jesuíta Henri Rubillon, radicado no Rio de Janeiro, divulgou o seu culto. Em 1919 recolheu dinheiro para mandar para o Carmel uma bandeira dentro de um magnifico cofre de madeira de lei. Com o sucesso popular dessa primeira arrecadação, as freiras sugeriram para o padre de presentear o relicário. A  grande mobilização dos devotos deu para financiar uma verdadeira obra de arte, a “châsse du Brésil”, toda de prata, ouro e ônix, onde foram colocadas em 1923 os restos mortais da Santa, homenageados numa procissão emocionante cada último sábado de Setembro.

Show de beleza e bom gosto nas ruas da cidade velha de Rouen

A espiritualidade da Normandia vive também em Rouen, nos passos da Joana d’Arc. A presencia da santa guerreira se vê em todos os cantos, caminhando nas ruas da cidade velha, visitando a torre onde ele ficou em cativeiro, parando  na praça do Velho mercado onde ela foi queimada no dia 30 de Maio de 1431, olhando a cruz erguida no local da fogueira, ou rezando na Igreja Sainte Jeanne d’Arc inaugurada em 1979. No antigo arcebispado, um surpreendente museu, o “Historial da Joana d’Arc”, conta aos visitantes toda a historia e os mitos da mais famosa das heroínas francesas. Rouen aproveita também seu passado para construir seu futuro, reinventando no Panorama XXL a arte das telas gigantes, ou utilizando a majestuosidade da sua catedral para organizar grandes eventos.

A catedral, um espetacular palco para eventos!

Encontros, turismo cultural, turismo de memória, ou turismo espiritual, há muito tempo interligada como Brasil, a Normandia mostrou nesses “Rendez-vous” bem sucedidos que tem tudo para crescer como destino predileto dos brasileiros. Brindando com sidra, ou comemorando com Calvádos?

Jean-Philippe Pérol

Alguns participantes dos Encontros Rendez vous en France

O Monte Saint Michel

Montpellier, capital da França dos 40 destinos turísticos!

Montpellier, sede do Rendez vous en France 2016

Montpellier, sede do Rendez vous en France 2016

No próximo dia 5 de Abril, 740 expositores franceses e 900 profissionais e jornalistas de turismo vindo de 70 países, incluindo 38 brasileiros, vão se encontrar em Montpellier para participar da 11a edição do Salão Rendez-vous en France. 56791583961092591037010415rendezvousfrance0223Maior encontro turístico da França, ultimamente organizado pela Atout France em Toulouse, Clermont-Ferrand e Paris, o “Rendez vous” tem, desde as suas origens, dois objetivos principais: atualizar os contatos entre os grandes atores do turismo francês, e mostrar a diversidade da oferta das regiões francesas – mais especialmente os 80% do território nacional que recebem menos de 20% dos visitantes.

Galeria das Batalhas em Versalhes

Galeria das Batalhas em Versalhes, Rendez vous en France 2002

A vontade de promover destinos novos sempre caracterizou os eventos organizados pelo turismo francês. Nos anos 80, já com o apoio da Air France, a “Bienvenue France” colocava frente a frente, nos salões do Concorde Lafayette, operadores internacionais, hotéis parisienses e agentes receptivos. Eram então privilegiadas as excursões em ônibus circulando pela França inteira ou pela Europa, com os circuitos de Paris Vision, Cityrama ou Transocean. RVEF 2015A partir de 94, a vontade de mostrar a riqueza turística das regiões levou a criação de salões especializados. A então “Maison de la France” desenvolveu, ao lado do “Rendez vous en France”, o “Grand Sud” – reunindo Aquitânia, Midi Pyrénées, Languedoc, Provence e Córsega, o “Cap à l’Ouest” – juntando Britânia, Vale do Loire, Poitou e Normandia, e as “Routes du goût Grand Est” – contando com Borgonha, Champagne, Lorena, e Alsácia. Virou um evento excepcional – chegando em 2002 a encher  até o Palácio de Versalhes -, mas o seu gigantismo e seus dez dias de duração obrigaram então a pensar num outro esquema. Surgiu a ideia de um salão itinerante – inspirado do Pow How americano -, que vigorou a partir de 2006, alternando Paris e cidades candidatas de outras regiões francesas, mas sempre combinando encontros profissionais e roteiros de descobertas.

A praça do Capitole, em Toulouse Pyrénées

O Capitole, em Toulouse Pyrénées, Rendez vous en France 2013

Se o Rendez vous en France sempre foi uma grande ocasião de promover as regiões francesas, o encontro de Montpellier vai ter um destaque especial. Em primeiro lugar porque as regiões vão aparecer pela primeira vez com os novos agrupamentos definidos em janeiro desse ano, seja 17 regiões em vez de 26, sendo agora reunidas as duas Normandia, o Norte e a Picardia, a Alsácia, a Lorena e a Champagne, Midi Pyrénées e o Languedoc, a Auvergne e Rhône Alpes, e a Borgonha (ex ducado) com o seu antigo “franco condado”.  635-rdvefO encontro será também a ocasião de testar, junto aos profissionais convidados, o apelo das novas marcas mundiais que a Franca quer agora promover, marcas tradicionais como Provence, Bordeaux ou Champagne, mas também marcas mais recentes como Alpes-Mont-Blanc, Biarritz-Pays-Basque, Toulouse-Pyrénées ou Languedoc-Méditerranée. Um total de 40 destinos empolgados a oferecer o melhor atendimento aos visitantes vindo do mundo inteiro, e mais especialmente do Brasil!

Jean-Philippe Pérol

 

O Puy de Dome, inesquecível cenario do Rendez vous en France 2014

O Puy de Dome, inesquecível cenario do Rendez vous en France 2014

 

France.fr , o novo portão de entrada da França no web

Arco de triunfo

Anunciando uma série de medidas para revigorar o turismo, o ministro francês das Relações Internacionais Laurent Fabius confirmou que, a partir do dia 9 de Outubro,  o portal www.rendezvousenfrance.com ia se chamar www.France.fr FRANCE - QUADRIe continuaria a ser administrado pela Atout France, a Agencia de Desenvolvimento turístico da França. Com esse nome universal, até agora não utilizado pelo turismo oficial, a agencia espera a curto prazo dobrar a sua audiência na Internet e chegar a 25 milhões de visitantes por ano.

Os Pireneus no verão

O conteúdo vai também seguir algumas evoluções em relação ao site anterior. Logo na primeira pagina, as grandes marcas mundiais dos destinos franceses – Paris, o Mont-Saint Michel, a Champagne, Bordeaux ou a Provence- SCREENvão ganhar muito mais destaque, valorizando os esforços feitos para melhorar tantos os produtos que os serviços para os visitantes internacionais. Espaços específicos são também reservados para promover os grandes eventos que a França vai acolher nos próximos anos, seja o Euro 2016, a Ryder Cup 2018, a Exposição Universal de 2025 ou – se Paris for convincente junto ao Comité Olímpico Internacional- os Jogos Olímpicos de 2024.

CAUDALIES GERAL

Sem cair nas tentações das vendas – escolhidas por muitos destinos mas que confundem os consumidores e desagradam os profissionais -, sempre publicado em 17 idiomas – incluindo, claro, o português do Brasil -, o novo site France.fr  promoverá as temáticas mais procuradas em cada mercado, com foco para os setores de “excelência francesa” . Assim no Brasil o enoturismo, o artesanato de luxo, ou a vida noturna serão algumas das atividades de destaques para ser promovidas.

chateau-de-chenonceau,-chateau,-france,-reflexion-155137

 

FRANCE - QUADRI

 

 

 

 

 

Paris e o deserto francês? Os turistas brasileiros jà estão saindo dessa!

O CENTRO POMPIDOU VISTO DE NOTRE DAME DE PARIS

Paris e o deserto francês, o famoso livro do geógrafo francês Jean-Francois Gravier no qual ele opôs a hegemonia e o dinamismo parisiense ao abandono do interior da França, está  muito ultrapassado. Desde 1947 o cenário dos territórios mudou, e cidades como Lyon, Nice, Marselha, Bordeaux, Nantes ou Lille, viraram grandes capitais regionais atraindo investimentos, fluxos de populações e grandes eventos. Uma nova lei, votada no ano passado, redesenhou uma Franca de  treze regiões metropolitanas e quatro de ultramar, cada uma com sua capital atraente, seu peso econômico e suas riquezas turísticas.

1._deepix-a._benoit

Os turistas internacionais que visitam a Franca também já se espalham pelo pais inteiro. Paris e sua região Ile de France receberam em 2014 30% das receitas do turismo francês e 70% foram gastos nas outras regiões. Os dois vice lideres são a região Rhône Alpes, – com seus dois grandes atrativos: a cidade de Lyon e as principais estações de esqui -, e a região da Provence – com Marselha, a Cote d’Azur, Avignon, e seus vilarejos cercados de oliveiras ou de campos de alfazema. Nos outros favoritos dos viajantes estrangeiros destacam se a Aquitânia (com Biarritz, Bordeaux e seus vinhedos), a Britânia, o Languedoc (com Montpellier e Carcassonne), e o Midi Pyrénées de Lourdes e Toulouse.

SALÃO RVEF PARIS 2015 No salão de turismo “Rendez vous en France”, que a Atout France organizou a semana passada em Paris com o apoio da Air France, mais de 600 dos 750 expositores mostraram para cerca de 1000 visitantes vindo do mundo inteiro – incluindo 40 brasileiros, a terceira mais importante delegação – a força do turismo nas regiões francesas.

Grandes conhecedores de Paris que continua sendo o seu primeiro destino na Europa, os brasileiros ainda são poucos a passear pelo interior da França. A não ser por excursões rápidas nos castelos do Loire ou na Normandia, ainda menos de 20%, principalmente os mais experientes, saiam da capital. Os expositores do “Rendez vous en France” deixaram então bem claro a vontade de muitos destinos franceses de receberem mais turistas vindo do Brasil. São grandes cidades como Bordeaux, Marselha, Toulouse ou Lyon, que podem se posicionar como destinos de viagens competindo com qualquer outra grande capital europeia. JOANA D ARC EM ROUENSão cidades menores que podem ser incluindo em roteiros de carro ou de trem, como Deauville, Lourdes, Rouen, o Mont Saint Michel ou Saint Tropez. São estações de esqui que querem voltar a ver casais ou famílias aproveitando o inverno francês em Val Thorens, Megéve ou Courchevel. Enfim são regiões inteiras, como Rhône Alpes, a Champagne, o Val de Loire, a Aquitânia, a Provence ou Midi-Pyrénées, que jà mostraram para 2015 novos produtos e serviços focados nos turistas brasileiros.

place_de_la_comedie_a_montpellier_atout_france_jf_tripelon_jarry

Girando pela Franca (uma ideia que foi na época copiada do saudoso Salão da ABAV no Brasil), o “Rendez vous en France” vai no ano que vem parar em Montpellier. A região Languedoc, vencedora da licitação feita pela Atout France, aproveitará sem duvidas esse evento para lembrar seu acervo cultural – e a imperdível Carcassonne -, seus vinhos alegres, ou as noites descontraídas e animadas da sua capital. Um destino a mais na novas rotas dos turistas brasileiros no interior da França.

Jean-Philippe Pérol

LIDO PARIS MERVEILLES

Rendez vous na Auvergne!

O Puy de Dome, desde os gauleses o rei dos vulcões da Auvergne.

O Puy de Dome, desde os gauleses o rei dos vulcões da Auvergne.

O grande encontro 2014 do turismo francês vai acontecer do dia 1 até o dia 3 de Abril em Clermont Ferrand, capital da Auvergne. Para os 1500 participantes, incluindo os brasileiros, será mais um Rendez-vous en France, numa cidade cuja notoriedade no mundo se deve primeiro por ser a sede da Michelin.nouveaut-s-l-aventure-michelin_1119112 Durante três dias os 600 expositores vindos de 26 regiões francesas, e os 900 convidados vindos de 30 países vão trocar informações, tentar convencer da qualidade e da originalidade dos seus produtos ou dos seus serviços, e fechar negócios antes da grande noite de encerramento.

Para os hosts auvergnats, esse encontro vai ser muito especial, sendo a primeiro vez que a região deles conseguiu se candidatar e ganhar um evento de tal importância. Um evento tão grande que todos os profissionais pensava ser exclusivo das grandes capitais do turismo francês, as cidades que fazem o nosso turismo, Paris, Nice, Marseille, Toulouse,  ou Bordeaux.Clermont-Ferrand Mas não foi por acaso que Clermont Ferrand entrou nesse grupo fechado. Nessa região de personalidade forte, de paisagens carregados de historia, de gado vermelho ou branco pastando na sombra dos vulcões, de igrejas de granito cinza e de rios de agua negra, já tinha razões de sobra para mexer com as emoções: a força do Puy de Dôme de onde pulam asas delta e paraquedas para aproveitar  paisagens deslumbrantes, a sedução do vilarejo fortificado de Charroux – um dos mais bonito da França, o saudoso charme da Opera Art Nouveau de Vichy, ou a atraente rusticidade das ‘fromageries’ de Saint Nectaire.Charroux_JDA9910 Nos últimos anos,   novos destaques turísticos começaram a atrair viajantes em busca de  mais sensações e de experiências diferentes: Vulcania, parque temático sobre a vulcanologia que faz lembrar que os vulcões da região ainda não são extintos; os SPA das estaçoes termais renovadas em Vichy ; e em Clermont-Ferrand, o Museu da Aventura Michelin onde não esqueceram de lembrar que a aventura da empresa começou com ‘ a borracha, o ouro verde do Brasil’.stnectaire-2

Para mim, auvergnat também, esse Rendez vous em France vai ser mais especial ainda. Serà uma ocasião única de mostrar a amigos e colegas brasileiros um destino bem diferente dos clichês parisienses.DSCN2322 A ocasião de brindar com um ‘Rouge limé’ (vinho tinto misturado com soda limonada) ou com um vinho de Saint Pourcain, de experimentar um queijo Cantal ou um Saint Nectaire,  de comer um ‘paté de pommes de terre’ (torta de batatas cozidas no forno com creme de leite). Ou melhor ainda, de esperar os convidados bater na porta da nossa casa de 1582, colada na igreja do vilarejo de Auzances, e de dividir umas caipirinhas com fatias de salami enquanto toca o sino da igreja…

Para esse Rendez vous em France, 42 operadores brasileiros (uma das cinco maiores delegações desse evento) estão sendo convidados pela Air France e a Atout France, e acho que todos voltarão convencidos que a França ainda tem muito que oferecer aos viajantes brasileiros, nas suas 26regiões e mais ainda na Auvergne!

Jean-Philippe Pérol

DSCN4178