Os gigantes do Norte dominam tambem a Europa do turismo!

tui-travel

Os latinos não se dão bem no ranking anual das grandes operadoras europeias publicado pelo magazine alemão FVW.THOMASCOOK_KaribikLateina000001 Dos dez primeiros gigantes, só dois aparecem no meio das grandes alemãs, suíças e inglesas. No pódio, a medalha de ouro é inglesa. Com um faturamento de €18,3 billion, a TUI fica disparada, na frente do seu velho concorrente Thomas Cook que só chegou a €11,3 billion o ano retrasado (Muitos resultados de 2013 não sendo ainda publicados, FVW utilizou muitos números de 2012 para o seu ranking). Juntos, os dois rivais representam mais de 50% do mercado das viagens de lazer na Inglaterra, Escandinávia, Holanda e Bélgica, e mais de 30% na Alemanha.
O suíço Kuoni é a terceira maior operadora europeia, com um faturamento de quase €4,8 billion, mas teve uma importante restruturação em 2013, vendendo sucursais no Benelux, na França, na Espanha e na Rússia para se concentrar no receptivo e nos mercados asiáticos.
O quarto lugar é alemão, da DER Touristik. Faturou €4,65 billion, cresceu pouco internamente, mas adquiriu a operadora tcheca Exim Holding que era muito forte na Europa central.

Outrora italiano, a anglo-americana Costa teve um faturamento de €3,5 billion. Foi um forte crescimento, empurrado pelo sucesso dos cruzeiros vendidos no mercado alemão pela sua filial Aida Cruises. São também alemãs as operadoras colocadas em sexta e sétima posições do ranking, FTI e Alltours, que faturaram respectivamente €1,8 e €1,6 billion.

Em oitava posição, com €1,4 billion, aparece finalmente o francês Club Med, esse tão latino que os burocratas da Uniao Europeia chamam com desprezo os países do Sul da Europa  ‘os países do Club Med’. Saindo duma grande restruturação, agora com um importante investidor chinês, o grupo fundado pelo lendário Gilbert Trigano esta hoje focando resorts de luxo em lugares excepcionais. Depois do sucesso do Clube de Guilin na China, um desses será o futuro quarto investimento do Club Med no Brasil, entre Búzios e Cabo Frio, na praia do Peró.Club Med - Imagem

Fechando esse ranking dos dez maiores vem o italiano  Alpitour, com faturamento de €1 billion, e o suiço Hotelplan (€975 million) que estão lutando para melhorar os seus resultados.

Esse resultados se refiram a mercados longe da realidade brasileira, com consumidores diferentes, e profissionais agindo num cenário econômico e jurídico tambem completamente diferente. Assim mesmo, duas observações me parecem validas. A primeira é que os mercados latinos, com seus viajantes independentes e sempre a espera de oportunidades, são mais relutantes ao surgimento e a consolidação de grandes operadoras, sendo hoje o Club Med a única bem sucedida. A segunda observaçao é que temos no Brasil uma exceção a regra, o impressionante sucesso da CVC que seria hoje, se esse ranking fosse não so da Europa mas  também das Américas, em sexto lugar pelo faturamento (e provavelmente em terceiro pelo numero de turistas). Considerando as perspectivas de crescimento dos dois continentes, um lugar no pódio desse ranking virtual para o grupo liderado pelo Guilherme Paulus é uma probabilidade a curto prazo.

cvc-viagens-lista-de-presente-casamento2

Jean-Philippe Pérol

Artigo original em inglês: http://www.fvw.com/european-tour-operators-ranking-tui-cook-dominate-european-tourism-market/393/126948/11245

Deixar comentario

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s