O Guiness para um incentivo chinês de 6.400 pessoas na França

A TIENS ESCREVENDO NA PROMENADE DE NICE

De Paris a Nice, um grupo de 6400 turistas, na grande maioria chineses, quebrou vários recordes do Guiness Book, o primeiro deles sendo de ser a maior viagem em grupo organizado da historia do turismo francês. capture-http-www-tianshiindia-co-inA aventura começou no ano passado quando o dono da empresa Tiens, o Senhor Li Jin Yuan, queria um evento marcante para comemorar os 20 anos da empresa, um conglomerado especializado nos complementos alimentares e os cosméticos, com filiais na China mas também no Quénia e na Rússia. Depois de decidir de oferecer um fim de semana magico para os seus melhores vendedores, teve que escolher entre as ofertas da Italia, da Inglaterra e da França. Com um itinerário original, dividido entre os bairros da capital francesa e os charmes da Cote d’Azur, a operadora chinesa U-Tour, devidamente apoiada pela Atout France, convenceu a Tiens que a França era o destino certo, a altura dos objetivos e do desafio da empresa.

touristes-chinois-OKE foi assim que dia 5 de Maio aterrissaram em Paris 5400 chineses e 1000 kenianos ou russos, vindo em84 vôos, hospedando em 140 hotéis e transportados em 136 ônibus. O Louvre foi privatizado, o Pavillon Tambon também, e o Senhor Li Jin Yuan, bem como seus dez diretores foram recebidos nos salões requintados do Quai d’Orsay (o Itamaraty francês) pelo próprio ministro Laurent Fabius que agradeceu seus convidados por ter escolhido a França para essa viagem de incentivo pioneira.

O HOTEL NEGRESCO E A %22BAIE DES ANGES%22

Levados para Nice num TGV especial, os participantes tiveram o grande encontro nos dias 8 de Maio,  quando a “Promenade des Anglais” virou a Alameda dos Chineses. 770218-des-employes-du-groupe-chinois-tiens-paradent-a-nice-ou-ils-sont-venus-avec-environ-6400-collegues-fSob a vigilância dos inspetores do Guiness Book of Records, os 6400 funcionários do grupo escreveram a mais comprida frase jamais visto do céu: “Tiens dream is Nice in the Côte d’Azur”. Juntos com os moradores um pouco surpresos, assistiram depois a um desfile de barcos e de aviões na Baie des Anges enquanto o Presidente da empresa, hospedado no tradicional  Hotel Negresco, passeava num Jeep americano da Segunda Guerra para comemorar também o dia da Vitoria.

Para a Atout France, a agence de desenvolvimento turístico da Franca, o sucesso dessa viagem de incentivo histórica se deve a mobilização de todos os profissionais franceses, sejam públicos, privados ou políticos, Actu_Atout-France_2para ajudar a operadora U-Tour em todos os detalhes dos preparativos e das operações, incluindo na facilitação dos vistos ou da segurança dos participantes. E valeu a pena, não somente pela alegria comunicativa dos participantes, mas também pelo impacto econômico do evento, estimado entre 13 e 20 milhões de Euros, e pela bela demonstração da capacidade da França a organizar grandes eventos corporativos.

Grandes incentivos brasileiros na França já foram organizados*, mas a façanha do grupo Tiens  mostrou que os mercados emergentes podem gerar eventos de grande porte, levando milhares de participantes para viagens de longa distancia,grupodeincentivo130814 com um retorno excepcional não somente para os convidados mas para a própria empresa. Ai, quem será o primeiro empresário brasileiro a festejar com milhares de funcionários um grande evento em Paris, Nice, Cannes, Deauville ou Bordeaux?

Jean-Philippe Pérol

* O maior incentivo registrado no Brasil para França não aconteceu. Teria sido um grupo de mais de 1000 revendedores da Ford que deviam comemorar na Galerie des Batailles do Palácio de Versalhes o lançamento do carro homônimo. Algumas semanas antes do evento o Plano Collor levou a montadora a cancelar o evento que tinha sido organizado pela Oremar, com o apoio da Air France e da então Maison de la France. Saudades… 

112700-10592791-Galerie_des_Batailles_Chateau_de_Versailles_1_2014OK_v2_jpg

Na França, quarenta destinos turisticos?

chenonceau_6565_cmouton_crtcentrevaldeloire

No mundo globalizado, são mais de 300 destinos que tentam seduzir o viajante, uma concorrência que os grandes lugares de destaque como Nova Iorque, DSCN0921Londres, Las Vegas, a Grécia ou a Flórida aprenderam a respeitar com novas tendências levando turistas para Dubai, o Vietnã, Istambul ou amanha Cuba. Os grandes campeões do turismo europeu já contam com vários destinos nos seus territórios: a Itália têm Roma, Veneza, a Toscana, Milão ou Nápoles, a Espanha tem Barcelona, Madrid, a Andaluzia e Santiago.

Na França, a força mágica de Paris esconde ainda hoje os outros destinos do primeiro pais turístico do mondo,20082691_800x533_0 especialmente para os visitantes vindo de longe – assim, 85% dos brasileiros não saiam da capital. Portanto, segundo o Laurent Fabius, ministro das Relações exteriores encarregado do turismo, 40 regiões, territórios, departamentos, municípios ou sítios, reuniam as 4 condições para ser destinos turísticos internacionais: atratividade de pelos menos uma temática forte, boas infraestruturas de acesso, hospedagens e equipamentos de lazer, e uma marca internacional reconhecida.

Mont_St_Michel_+_Jetée_par_Marée_haute

Com “contratos de destinos” reunindo profissionais da área, foram anunciados os onze primeiros destinos escolhidos. Vários deles se encaixam perfeitamente nas tendências, nos lugares e nas temáticas já antecipadas pelos viajantes brasileiros na França. Patrimônio com fama mundial justificou colocar nessa primeira lista o Mont Saint Michel, a maravilha do Ocidente cujas obras de renovação vão acabar esse ano, bem como o Val de Loire, com seus castelos, seu Rio classificado pela Unesco e seus vinhedos alegres.

restaurant_by_night_bordeauxPatrimônio e vinhedos justificaram a inclusão na lista de Bordeaux e da Borgonha que oferecem hoje o melhor do turismo enológico e da gastronomia, com os acervos arquiteturas e culturais de duas grandes marcas internacionais. Capital da gastronomia francesa, Lyon não podia deixar de constar como um dos grandes destinos apresentado pelo ministro. hotel_du_palais_-_biarritz_0Entre as ondas do Atlântico e as montanhas bascas, a cidade de Biarritz apostou com sucesso na temática do Golfe para reforçar a atratividade do seu litoral. E os brasileiros não serão surpresos de ver que a Normandia, saudosa terra dos contrabandistas do pau-brasil, também entrou nessa lista, escolhendo como temática principal os seus pintores e o impressionismo.

Os familiares do esqui já esperavam os Alpes como um grande destino turístico internacional. DSCN8898E os vulcões da Auvergne mostraram a força do turismo de bem estar que aproveita os espaços e as águas saudáveis dessa minha região. As surpresas ficaram com os últimos da lista, o Jura e os Vosges, mais virados para a clientela de proximidade vindo da Alemanha ou da Suíça.

Os outros destinos e marcas internacionais que vão completar essa lista de 40 serão publicados em breve. Se, em cada um dos lugares escolhidos, será necessário um trabalho de todos os profissionais para melhorar os serviços e ampliar a promoção, a mensagem ficou clara para todos.giverny3 A França não quer mais ser somente o maior destino turístico do mundo, centralizado em volta de Paris. A França quer ser a terra a onde cada viajante poderá encontrar o seu destino turístico, descobrir as paisagens e o patrimônio que ele procurava, viver a temática que ele escolheu, junto com profissionais e moradores comprometidos com a promessa feita.

Jean-Philippe Pérol

10847656_706620689435420_1434642805410591563_o