Business Travel: cuidado que o amanhã está chegando!

La cabine du concept Plane d'Airbus.

Enquanto as agencias corporate parecem as vezes, pelo seu tamanho ou pela maior estabilidade do seu negocio, menos ameaçadas pelas revoluções do trade brasileiro, um estudo da Air Plus International vem lembrar que, mesmo nessa aérea, o futuro está chegando. Sintetizando as previsões que influenciarão as viagens de negócios nos próximos cinquenta anos,  esse estudo foi apresentado na revista “L’Echo Touristique” do 19 de Dezembro e listou vinte tendências de maiores importâncias.

Algumas são claramente prospectivas de futurologia a longo prazo, como a volta das viagens supersônicos, o fim das sedes físicas das empresas (e das reuniões internas que virariam somente virtuais), a integração de todos meios de transportes, o fim da confidencialidade dos dados ou a concentração das viagens de negócios em vinte a trinta destinos mundiais (incluindo, claro, Paris e São Paulo…).

Outras tendências já são integradas pelos viajantes e os profissionais. São citadas por exemplo os custos cada vez mais elevados (e consequentemente globalizados e controlados), a preocupação decisiva para todos os parâmetros de segurança,  o crescimento maior das  viagens internacionais em relação ao domestico, ou o interesso renovado pelo trem .

AIR PLUSMas a parte mais interessantes dessa pesquisa se refere a compra e a organização  mesmo das viagens. Quatro  conclusões devem chamar todas a nossa atenção : os programas corporate não existirão mais, novas tecnologias virarão o ponto chave na gestão das viagens, as agencias corporate não cuidarão mais das reservas mas os responsáveis continuarão a precisar de conselhos para gerenciar viagens. Se as previsões da Air Plus, um dos maiores especialistas das viagens profissionais, foram exatas, isso quer dizer que o papel das grandes redes de Business Travel deverá ser completamente repensado, abandonando a funções de negociação, de reserva, ou até de gestão das viagens dos seus clientes para se concentrar no conselho.

Sendo previsões de longo prazo, é claro que devem ser lidas com muitas precauções. Mas devemos também lembrar que algumas dessas ideias já estão no ar e que as evoluções no nosso setor sempre foram muito mais rápidas e profundas do que o esperado. O futuro anunciado para 2060 pode muito bem começar amanha !

Jean-Philippe Pérol

Para o artigo do L’Écho Touristique (em francês) e o a pesquisa (em inglês):

http://www.lechotouristique.com/mediatheque/8/2/0/000031028.pdf

Deixar comentario

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s