Voltar a nadar no Rio Sena, as promessas dos JO 2024 para os moradores de Paris…

O Rio Sena frente a catedral Notre Dame de Paris

O Rio Sena frente a catedral Notre Dame de Paris

Enquanto a despoluição da Baia de Guanabara, que irá sediar diversas provas aquáticas durante os Jogos Olímpicos, segue como tema da imprensa internacional, e ficará provavelmente como uma promessa não cumprida pelos organizadores, Paris prometeu fazer das águas do Rio Sena um dos seus argumentos chaves para sua candidatura de 2024.baia_guanabara_botafogo Assim como seus colegas do Rio de Janeiro quando trabalharam sobre a candidatura, os responsáveis da Prefeitura de Paris estão preocupados a preparar um evento que seja não somente exemplar em termos de sustentabilidade, mas também rico em benefícios para os moradores da cidade, especialmente nas áreas de infraestruturas esportivas, transportes urbanos, e despoluição do ar e das águas.

A prefeita de Paris mostrando o logo da candidatura

A prefeita de Paris mostrando o logo da candidatura

A candidatura de Paris – cuja apresentação final, junto com aquelas de Los Angeles, Roma e Budapeste, será julgada em Lima no dia 13 de setembro 2017 – levou a prefeita Anne Hidalgo a preparar  43 medidas  reunidas num imponente projeto chamado “Os Jogos Olímpicos e Para-Olímpicos , aceleradores de políticas públicas “. Com a clara intenção de convencer os parisienses de que os grandes eventos esportivos ou culturais são um meio de melhorar a qualidade de vida dos habitantes (e depois de contribuir ao crescimento econômico), O futuro bondinho olímpico de Parisa prefeita detalhou alguns exemplos mais espectaculares. Paris terá assim uma nova linha de bondinho atravessando a cidade de leste a oeste, as pistas cicláveis serão ampliadas até os subúrbios, passando de 700 a 1400 quilômetros para interligar todos os sítios olímpicos.  Misturando atividades esportivas e itinerário verde – incluindo o Bois de Boulogne e o Bois de Vincennes -,  uma trilha pedestre de 35 quilômetros dará a volta na cidade, com uma abertura progressiva a partir de 2018.

Era uma vez, a praia dos Tuileries!

Era uma vez, a praia dos Tuileries!

Para convencer os parisienses das melhorias concretas que os Jogos poderão trazer, a promessa de poder voltar a nadar no Rio Sena é sem dúvidas a mais espetacular. Lançada por vários prefeitos desde 1988, a despoluição das águas do Rio mítico e dos principais canais atravessando Paris deve começar logo em 2017. paris-plageAs atividades aquáticas seriam assim progressivamente liberadas, começando pelas competições esportivas. Durante os Jogos, as provas de natação do triathlon (1,5 quilometro) e dos 10 quilômetros de nado livre aconteceriam no rio. E, logo depois da cerimônia de encerramento, moradores e turistas poderão aproveitar várias áreas que serão reservadas para os banhistas. Se não se sabe ainda se a histórica “Plage des Tuileries” será reaberta, não tem dúvidas que o tradicional “Paris plage” virará assim uma verdadeira praia.

Remadores olimpicos na Lagoa Rodrigo de Freitas

Remadores olimpicos na Lagoa Rodrigo de Freitas

Presente durante os Jogos do Rio no “Clube France” que o Comité Olímpico francês vai animar na Sociedade Hípica Brasileira junto com Atout France, Air France e várias outras empresas francesas, a delegação parisiense dos JO 2024 poderá promover sua candidatura olhando a beleza da Lagoa Rodrigo de Freitas cujas águas, prontas para as provas olímpicas de remo, mas sem previsão para ser entregues limpas aos moradores da cidade maravilhosa, lembrarão as dificuldades de cumprir as promessas olímpicas.

Jean-Philippe Pérol

 

J.O. no Rio: a França também convida para a festa, preparando 2024!

HIPICA DO RIO DE JANEIRO

 

Se os Jogos Olímpicos vão ser para o Rio de Janeiro uma fantástica vitrina frente aos participantes, aos torcedores e aos milhões de telespectadores, vai ser também para muitos países um grande momento para se promover no Brasil. ASSINATURAPela terceira vez desde os J.O. de Pequim, o Comité olímpico francês vai assim abrir um efêmero “Clube France”, quartel geral do esporte francês, aberto não somente a família olímpica mas também aos torcedores e ao publico brasileiro. O lançamento oficial do projeto foi feito na ultima quarta feira na Sociedade Hípica Brasileira, sob o olhar do Cristo Redentor. A parceria com a seletíssima instituição da Lagoa oferecerá não somente um local de altíssimo padrão, entre a zona sul e a Barra da Tijuca, más também o apoio dos 450 sócios da entidade, muito mobilizados pela colaboração franco-brasileira.

O primeiro objetivo do novo “Clube France” vai ser de ser o ponto de encontro da família olímpica francesa, que seja os 800 membros da delegação, – oficiais, atletas e suas famílias -, ou os torcedores franceses que o Brasil espera receber durante os jogos. Ambiente das noites do Clube FranceMas, assim que já foi experimentado durante os Jogos de Londres, o ambiente, os eventos, os restaurantes e as cerimonias que acontecerão na Hípica azul, branca e vermelha, vão também atrair  muitos brasileiros querendo participar dessa festa. Com o apoio de grandes patrocinadores (A Renaut e a Air France já confirmaram seu apoio), muitas apresentações esportivas e culturais, e a presencia das grandes regiões turísticas francesas querendo mostrar tudo que podem oferecer aos turistas brasileiros, o Clube  pode virar um dos grandes pontos de encontros dos J.O. Rio 2016.

Faixada HIPICA DO RIO

Mas a França vai ter um outro motivo  muito importante para comemorar com seus amigos brasileiros na cidade maravilhosa: a  candidatura de Paris para os jogos de 2024.logo-jeux-olympiques-paris-2024-1 Depois de muitas negociações técnicas, financeiras e políticas com o governo francês, a prefeita Anne Hidalgo, anunciou que Paris era candidata e ia enfrentar Roma, Boston e Hamburgo na escolha do Comité Olímpico Internacional. O “Clube France” e os espaços similares que os Estados Unidos, a Alemanha ou a Itália vão abrir ao publico brasileiro durante os jogos do Rio serão sem dúvidas os primeiros testemunhas dessa briga.jo_paris_organisation

No quadro excepcional da Sociedade Hípica Brasileira, entre a Lagoa Rodrigo de Freitas e o Cristo Redentor, os momentos de festa e de alegria que  o Comité Olímpico Francês vai organizar para os torcedores, franceses ou brasileiros, e para o público carioca, contribuirão assim não somente ao sucesso dos J.O. de 2016 no Rio de Janeiro, mas ainda a preparação dos J.O. de 2024 em Paris.

Jean-Philippe Pérol

LES MASCOTTES CÉLÉBRANT LE SUCCÈS DE RIO